macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Flor dos anos


      Admirável flor dos anos,
      Quantos segredos já contamos...
      Estradas velhas prosseguimos...
      Com quantas pedras já rolamos?

      Agora os teus olhos brilham
      O fulgor das gemas raras,
      Que ofuscam os lampejos,
      das noites claras.

      Decifro o teu sorriso,
      Vindo de lugar despercebido,
      De carícias e heras
      E algum sonho esplandecido!

      Brilham os teus olhinhos,
      De lembranças e caracóis
      Como duas mariposas,
      Em busca dos meus faróis!

      Voltaste como a promessa
      E uma guirlanda de quinze anos
      Segredar-me o doce beijo,
      Da primeira vez que nos amamos!


Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 18/03/2008


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras