macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

" Meditando Sobre um Vaso de Flores "


     Era um buquê de Analuzes
     Delicadas e fugidias
     Adornando um vaso oriental
     Rutilante de melancolias

     Talvez que em tempos idos
     Ornamentasse a mesa de um Mercador
     E em misticismo raro fosse acomodado
     Na beleza, que é a tradução da flor

     Quando, e não sei como foi
     Por um descuido de memória aconteceu,
     A minha vida contornando a vida
     Foi ao encontro daquilo que ja fora meu

     Ví os lírios Florentinos,
     Os ricos bordados de ouro fino
     Um vôo de musica, a alma do vinho
     E uma Cigana ao som de um violino!

     Alí, pairava a memória das épocas,
     O apogeu de outra juventude
     A vida brincando alegremente
     Como uma rosa bordando a eternidade!

     Era o despertamento das ancestralidades,
     Dos Venezianos bacanais!
     Arlequins, Palácios, Carnavais,
     A Barcarola deslizando nos canais .



    
  
Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 10/12/2007
Alterado em 10/12/2007


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras