macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Fantasia



Por onde andarei
Se o coração não guia os meus passos
E é inútil seguir a ermo pela estrada?
Me pergunto!

Pretendia algum conhecimento a mais
Da sabedoria das coisas
Dos átomos em harmonia
E das explosões estelares.

Ainda hoje a imaginação perguntou:
Porque passam depressa os belos dias
E fica agarrada na alma tanta lembrança?

Pássaros não consultam os astros sobre o futuro
E não sabem a razão da primavera.
Apenas trazem a perfeição no canto.

Vida, estranha vida a minha!
Soluço do universo que gerou
Estranha fantasia, e nada mais!







Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 10/02/2020


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras