macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Preciso



Preciso de loucura
Dançar como um pajé possuído de mágicas
De vinhos, tambores, musicas,
E todos os feitiços da dança

Preciso excluir os demônios da paixão
Que entraram pela porta aberta,
E encontraram meus jardins vazios
Minha boca deserta de beijos
Minha cama mal feita
Meu coração incompleto

Preciso de uma avenida bêbada
De sonhos e de carnavais
Como uma alegria absoluta
Abraçando os canteiros da terra

Preciso de ventos e nuvens
Revoltas e perdões
Preciso de lágrimas e remorsos
Para me esquecer de ti



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 14/05/2018


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras