macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Vazio



Leio um verso e ele voa
Como se fosse raptado
Por uma bolha de sabão

Leio a rosa e ela se esvai
Abraçada em um floco de neve

Leio a felicidade no compasso da valsa
E ela se esconde na multidão

Leio seus olhos e eles fogem
No labirinto das esquinas

Leio-me
E estou vazio




Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 05/04/2018


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras