macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

De quem me queira

   Meu país é o mundo e suas incertezas
   Meus irmãos é a humanidade inteira
   O meu ceu está aquí na terra
   Meu amor é o amor de quem me queira

   Não sei quem inventou toda essa orgia
   Mas cabe perguntar qual a intenção
   Morrer é estrangular toda alegria
   Viver é entregar inteiro o coração

   Não quero fazer apologia do universo
   Tampouco falar sozinho em um deserto
   Cansei de acreditar em vãs filosofias
   Quero a certeza a me olhar de perto

   Vem que eu quero dividir toda amargura
   Bem, meu peito ainda goza de ternura
   Se a vida é incessante em recriar a vida
   Vem dor, que a flor do amor ja te procura .-
Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 23/05/2007


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras