macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

À Cristina "Declaração de amor"



Cristina,
Vamos dançar um tango?
Debaixo destas tuas asas negras
Seremos dois vampiros amorosos
Meu sangue jorrará o teu
Eternamente seremos, esta noite

Para quem guardas estas mãos ardentes
E maravilhosas coxas de marfim?
Seios que meus beijos anseiam
Adormecidos, entre rendas e cetins?

Ai, Cristina
Hoje não deixarei que panos enegrecidos
Cubram as tuas flores cálidas
Rosadas flores, rosadas
Para os meus beijos

Meus olhos urgentes vão abraçar
Teus olhos, como dois espelhos
Quero tuas pernas presas entre as minhas
Na sagração do amor

Dancemos, amemo-nos
Enquanto tens a pele fresca
E o coração pulsando
Para um novo amor



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 21/07/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras