macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Esperança

Ainda agora
Acordei com a esperança
Fazendo piquenique
Na minha varanda

Braçadas de flores
Lençóis de açucenas
Sorrisos de festa
Em bocas pequenas

Cantigas de roda antigas
Do tempo das fiandeiras
Cantadas por lavadeiras
Dançando um baile no ar

Deitado em berço explêndido
Os que virão dar beleza ao mundo
Acenavam para habitar entre nós
Com hábitos de paz .



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 18/10/2012
Alterado em 19/05/2013


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras