macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Versos esquecidos



Na primeira primavera do amor primeiro
Era mais feliz a mais feliz das flores
E viva, era mais vivente a vida

Eu compreendo porque tudo era tão verde
Verdes campos, verdes vales
A paisagem inteira do universo
Era de um verdejar constante

Ensolarados eram todos os meus dias
E povoados de luar as minhas noites

Era doce ouvir o badalar dos sinos atravéz dos campos

Na primeira primavera do amor primeiro.




Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 18/02/2007


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras