macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Permissão



Permita Senhor
Que da terra brote sempre a flor
E que da flor aconteça
Os meus olhos para contemplar
As violetas que eu não tenho
E o alfazema que não sou
E eu preciso Senhor, dos girassóis
Do aconselhamento dos lírios
Do esplendor do orvalho
Adornando a relva de brilhantes

Permita Senhor, a primavera
O trabalho das abelhas
O bailado do beija flor
A formiga com o seu ninho
E a árvore para o castor
O despertamento nosso de cada dia
Na alegria das ovelhas
No riso do pastor



                             "Os jardins de Carolina"
                                     abertura



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 19/05/2010


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras