macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

A Paixão Segundo João das Flores



Cirurgia Plastica? Uma Ova !!!

Eu quero as minhas rugas contando a história
Falando os martírios do meu tempo
O riso e a inveja, a dor e o desencanto
E o alcatrão em cada filamento

Quero que a minha pele acuse o mercurio
O chumbo, o aluminio e o arsênico
E o nervosismo das mãos trêmulas
Meus passos lentos, o caminhar anêmico

Me deixem com esta boca ansiosa
Pálida, adjacente, sacrosanta
Astuta flor não perfumosa
Que quando almoça não janta

Preciso de um sorriso transversal
Original como um curral sem porta
Depois beber leite falsificado
Até ficar com a espinhela torta

Eu quero a sombracelha nervosa
Observando um ladrão em cada esquina
E a procurar na multidão ( Ai, nunca mais! )
Moça rosada de cintura fina

Eu quero a orelha retorcida
Para captar o lamento do suicida
E o ouvido sempre alerta
Para o estampido da bala perdida

Preciso de um olhar trágico
Acompanhando este imenso carnaval
Quero um olhar de baioneta
Mirando o planalto central

Eu quero a minha cara
Com a amargura de velho puteiro
Eu quero esta cara desfigurada,
Cara do povo Brasileiro !!!!!!!!!!!





Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 07/10/2009


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras