macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Capturado


Eis-me aquí Graça
Capturado pelos teus encantos
Deixa-me deitar o rosto
Em teu colo quente e nu
Quero te respirar profundo
Até tua alma simples
Respirar comigo

Entrega-me o teu perfume
Sem ter juízo ou razão
Quero o teu cheiro filtrado
Da seiva do coração

Preciso dos teus beijos doces
Vinhos de raros sabores
Que a vida entrega à colheita
Em rituais de amores

Abre as adegas da alma
E dá-me a tua essência
Esta noite, apaixonado venho
Embriagar-me de tí .



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 30/09/2009
Alterado em 10/09/2013


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras