macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Leva-me



  Leva-me pra onde quiseres
  E se não houver lugar
  Qualquer cantinho serve
  Para suspirar de amor

  Não vês que as pombas não precisam
  De um pombal para os seus beijos?
  Nem a primavera a permissão
  Para vicejar a flor?

  Ai, leva-me depressa!
  O tempo do amor é tão ligeiro
  A vida é um momento breve,
  Um relânpago passageiro?



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 11/05/2009


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras