macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Canção




Assim, tenho os olhos guardados
Dentro dos olhos dela.
Dentro dos olhos dela, danço
Como um pássaro embevecido,
Da musica do seu ventre,
Do perfume que exala dos cabelos,
Os cabelos que me abraçam nas noites
E nas manhãs fazem festejos ao vento.
Por amor, nossos pássaros se acasalam,
Primaveras se completam de flores.
Ah. Ninguém sabe que é assim
Que me enamoro dela.


Jose Balbino de Oliveira





Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 11/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras