macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Anseio


Fala-me do amor
Diz-me se ele enfeita os jardins da terra
Se faz morada nos teus braços
E ainda vibra ao me ver passar

Pulsa-me nas tuas veias
Queira-me intimamente no teu colo quente
É urgente o calor que dele emana
Para o meu viver

Há tempestades lá fora
E um vento frio de abandono
Venho, do tormento e da agonia
Alguma estrela me expulsou dos horizontes
Anseio as tuas mãos como um farol
A iluminar meus dias

Segura-me docemente
Com o calor do afeto, da humildade, da doação
Perdi-me dos sonhos, das ilusões amenas
Preciso reencontrar-me em ti




Jose Balbino de Oliveira



                    "Dedicada"








Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 05/12/2017
Alterado em 13/12/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras