macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Gestos



Tudo passou e não estavas aqui.
As minhas mãos envelheceram
O meu olhar perdeu o brilho
A distancia me tornou distante
Da felicidade.

Uma saudade imensa me habita
Como se tivesses me levado
O melhor da minha vida,
E deixado em mim o vazio
De quem já morreu.

O que me deixa lucido
São pequeninos gestos que guardei
E retiro, dia e noite da memoria:
Um pássaro entre as mãos
Uma maneira de caminhar
O olhar de procurar poesia
Um modo desleixado de dizer,
Te amo!

Nada mais existe em mim
Que mereça algum afeto
Do próprio coração!










Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 20/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras