macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Escutar o coração




Por tantas vezes
E por tão poucas coisas
Ficamos sem nos entender
Dos olhares do amor
Que esta indo embora

Parca vida dos seus braços
Que pulsam e me expulsam
Do seu leito

O que há de vir agora
Antes do beijo. Uma lágrima?
Uma saliva ácida, na dança da língua
Que não beija?

Pobre do amor que fecha a porta
E vê a estrada da janela
O caminho de ir
E a dúvida de ficar

Pobre do amor que pulsa a vida
Feito a chama de uma vela
Que vacila e desespera
Ao mais leve vendaval

É tempo de escutar o coração
Coração calado, amor infeliz



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 03/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras