macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Por esta lua cheia

   Por esta lua cheia amor
   Meu peito efervesceu demais
   Doeu como só dói um peito
   Dilacerado por punhais
   Por esta lua cheia

   À luz deste luar
   Escrevo o meu testamento
   Te deixo as minhas alegrias
   Perdôo as horas de tormento
   E nada mais eu digo

   Agora eu sei
   Que é bom me resumir
   Se a vida imita a arte
   A arte quer me redimir

   A lua quer ficar
   A vida quer partir
   Aquilo que é quimera
   Ja quer se diluir

   Por esta lua cheia
   Meu barco vai partir do cais
   Pra ir de encontro às ventanias
   Se arrebentar contra os corais
   Por esta lua cheia amor
   Por esta lua cheia .
Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 23/05/2007
Alterado em 23/05/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras