macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Espera



Tanta coisa aconteceu!
Pensei abandonar as caravelas
Fios que me ligam ao infinito
Meus dias de jejum
A humildade que me aproxima
De São Francisco de Assis

Pensei furar os meus ouvidos
Para não ouvir musica de França
Do tempo da Belle Epoque
Que tua avó te ensinou a cantar
Em dias sombrios
Quando o amor balança
Sem desabar

Parece que a vida foi embora
Por não estares aqui
Ou alí na varanda
Com o pé de poejo nas mãos

Mas, creio que ainda existo
Em um velho violão jogado
No meu corpo, assim desalinhado
A esperar por ti .





Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 15/03/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras