macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Despojos
    Ai dor,
    Porque não vais embora me abandonando o peito?
    Leva os sonhos, meus acontecimentos
    Te dou a flor dos anos bem vividos
    Esvazia-me da bem amada!

    Ai, dou-te o que quiseres!
    Os cantos que recebí do vento
    O perfume doce dos cafezais
    As mágoas e os perdões

    E isto não basta?
    Leva a embriaguez dos vinhos
    O colorido festejar das danças
    Meus violinos

    Só quero um fio a mais de mim
    Um cálice de vida generosa
    E um sopro alegre da semeadura
    Para que eu possa germinar de novo!



    
Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 10/03/2007
Alterado em 24/06/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras