macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Aprendendo
Os homens estão nervosos pelo vento sul
E temerosos pela chuva que vem do norte
As moças esperam seus namorados na praia
Como se tudo começasse ali - A vida e a morte
Noites sombrias espreitam lua cheia - Maré alta

O sentimento, senhor do mundo, vibra aqui e acolá
E permanece a terra, e os astros no lugar.
Nada impedirá a dança do universo
Nem que o diamante brote da terra
Que o mistico flutue sobre as águas
Que um corpo procure outro corpo para se acasalar

Eis que, o reino do homem esta começando
Trôpego como a luz de uma estrela distante
E bêbado como um Arlequim entre cristais
Pois que o começo da caminhada é assim
Mais que tudo e mais que nada

A abelha cantante vem me ensinar que a vida
É como um dia de chuva, outro dia de sol.




Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 28/01/2012
Alterado em 09/07/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras