macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Botão de rosa


Bom dia, botão de rosa
Amanhã te vejo em flor?
Pencas de avencas formosas
Querem beber tua cor

Até a noite, parece
Banhar-te com a orvalhada
Até a noite conspira
Para te ver encantada

Serás uma rosa vermelha
Se debatendo em paixões?
Ou serás rosa amarela
A despertar corações?

Então façamos um trato
Com a manhã generosa
Em qualquer cor te saúdo
Bem-vinda menina rosa!


Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 09/12/2011
Alterado em 10/12/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras