macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Fetiches



Ah! Nem me fale destas noites que guardei no peito!
No lugar que escondo as miçangas e os bordados
Os amuletos femininos que alegremente ganhei de tí
Roupas, sedas, lenços sujos de batom
Ornamentos que colei no corpo meu

De tanto misturar o nosso pêlo
E tanto enroscar nossos cabelos
Pernas, braços, mil apêlos
A saliva sem controle
Ir molhar os teus joelhos

Sabia que ainda guardo
Velhos frascos de perfume
Flores novas, folhas velhas
Escondida em livro antigo?
Meu diário em teu diário
Meu olhar te desenhando
Sua lingua atrevida
Contornando os olhos meus?

Sabia? Te digo (muito discretamente) Não sorrias,
Das coisas que preciso te dizer:
Nós homens tambem temos um cantinho
Guardadinho, enfeitadinho, no castelinho rosa
Do nosso coração?




Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 26/06/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras