macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Decadencia

Viver é pouco, morrer é muito
A vida tornou-se indecente
Decadentes mãos acenam
O fim da civilização

Quando irá sucumbir a moeda oficial
Que avalia as mulheres nas vitrines
Os homens nas galerias
Seus poderes, seus prazeres
Suas noites de insônia
O riso e o ranger de dentes
O apito final
A barbárie geral?

Todos para a salsicharia
Para o churrasco na esquina
- A ansiedade de proteína -
Só existe guerra, só existe clima
E nenhum momento para o coração


Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 17/06/2011
Alterado em 26/01/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras