macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Momentos


A vida me estremece
A morte, doce tormento
Sou o momento que agita
Alegre passagem do vento

E como água marinha
Nas mãos do lapidador
Perco metade de mim
Pra mostrar meu esplendor

Hoje prometo relâmpagos
Raios, trovões, ventanias
Vou estufar as cortinas
E acordar as Marias

Pelas janelas floridas
Pelo olhar de nos dois
Vou te amar ternamente
Hoje, amanhã e depois .



Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 26/04/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras