macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Noites



Quando a cidade adormece
Uma alma triste vem avisar
Que a solidão hoje é densa
Como o silêncio do mar

Dentro da noite ha uma rua
Que terminou no meu peito
Ponto final dos aflitos
Que a vida fez com defeito

Vou disparar meus apitos
Chamar quem queira brincar
Quem sabe a guarda noturna
Me traga alguem pra dançar

Dentro de um olhar impossível
Me olhei pra te interrogar
Nas ruas, caminhos, vielas
Em qual esquina irei te encontrar?


Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 30/01/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras