macacos e colibris

Crônicas  Textos  Entrevistas

Textos

Vida



Vida, eu vou indo
E você, como vai sem mim?
Sem os meus temporais
Sem aquelas migalhas de amor
Que você carregou

Hoje é bom dia
Meus navios com velas içadas estão
Minhas âncoras partidas remendei
Pra poder navegar
Os segredos do mar

Vou por caminhos
Onde nunca anoitece
E se o amor acontece
É bem vindo
Minhas veias latejam felizes
Por um sonho lindo

Vida, vida, vida
A tristeza é o cais
Quando vê que os faróis
Já não querem brilhar .


Jose Balbino de Oliveira
Enviado por Jose Balbino de Oliveira em 22/10/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras